Tips to Trips – Timor Leste (Português)

by Katy Deodato

Campismo selvagem na praia de Valu - Tutuala

Timor leste é um país recente que se tornou independente a 20 de Maio de 2002, está localizado no sudoeste asiático, fazendo fronteira com a Indonésia na ilha de Timor. Por vários motivos: a sua história, o seu passado de guerras com a invasão e ocupação da Indonésia, o facto de ser uma ex-colónia portuguesa, Timor Leste sempre esteve na minha lista de países a visitar. Mas era daqueles sítios que por ser tão longe e fora da rota turística que estava mais no fim da lista. Seria portanto para visitar um dia…
….Mas o dia chegou mais cedo do que estava à espera. Numa das minhas pesquisas para fazer voluntariado (um grande objectivo meu) surge uma vaga para Timor Leste. Aproveitámos e por aqui ficámos durante 3 meses.  Gostámos tanto de Timor Leste que conseguimos prolongar a nossa estadia e agora ficar cá durante um ano.

Para quem gosta de história, desafios e aventura e de locais sem turismo Timor Leste é o país ideal. Deixo-vos umas dicas para terem uma ideia de como se podem preparar para este belo país:

A viagem:
Sei que quando vires o preço de um voo para Timor Leste mais as longas horas de voo, rapidamente vais perder a vontade de vir. No mínimo consegue-se um voo por 800$ pois não há muitas opções de se chegar cá. O trajecto mais low cost (mas também mais duro de se fazer, entre horas de voo mais escalas esta viagem pode demorar até 3 dias). Mas não vamos desanimar, que o país vale a pena, o melhor será conseguir uma promoção que ligue Lisboa ou a Europa até Singapura, depois voar para Bali e de Bali voar para Díli, a capital de Timor. Se já estiveres cansado e não tiveres forças para aguentar mais um voo, podes ao chegar a Singapura, voar directamente para Díli, mas aí o preço do bilhete dispara para níveis dos mil e tal.

Alojamento:
Depois de se conseguir passar o nível 1 (a viagem) o nível 2 (fazer turismo low cost) é outro desafio. O país é muito mais caro comparado com os restantes países da Ásia e comparado com a Europa, está ao nível de uma qualquer cidade Europeia, mas com uma qualidade de oferta muito, mas muito baixa. Um beliche num quarto partilhado com mais 3 camas custa 20$. Isto na capital. Porque nas restantes cidades do país para além de não haver quase oferta nenhuma, a que há não é barata. Por isso a melhor dica que posso deixar é comprares uma tenda (à venda em qualquer loja dos chineses em Díli por 12$). É o melhor alojamento que podes ter em Timor. É sempre na tenda que fazemos o nosso hotel de 5* estrelas. Nos locais mais remotos basta procurares por uma igreja ou um posto da polícia e logo alguém te aparece para te ajudar. O povo é muito hospitaleiro e recepetivo em deixar alguém acampar no seu terreno, o mais certo será convidar-te para dormires em casa dele, mas depois a decisão é tua. Em Díli não vais acampar mas podes sempre tentar o couchsurfing.

Los Palos - Casas Tradicionais

Alimentação:
Bem, em relação a este tópico não há muito a dizer, na capital vais encontrar vários warung (tascas locais) onde se consegue comer por 2$ (comida indonésia e timorense). Fora da capital o melhor que tens a fazer é encher a tua mala da boa fruta que Timor tem, umas latas de atum e pronto não passas fome.

Explorar Timor:
Viajar por Timor pode logo arrebentar com o teu orçamento, uma vez, que o aluguer de uma moto é 50$ por dia (convém alugar uma motocross) ou um carro (jipe 4×4) por 100$ sem motorista e 150$ com motorista. Bem como esses luxos estão fora do alcance para quem viaja de mochila às costas descobrimos que viajar à boleia por Timor é ainda bastante seguro e o tempo de espera é mínimo, uma vez que tanto o povo Timoresne, como os residentes expatriados são generosos em dar boleia. Também se pode viajar por aqui utilizando os autocarros públicos, há uma rede de transportes que atravessa as diferentes cidades do país. Na sua forma rudimentar e pouco confortável, é uma hipotese barata, nós testamos e recomendamos.

Dinheiro e cartões de crédito:
A moeda oficial é o dollar americano, em Díli tens dois bancos que aceitam levantamentos com o cartão de crédito, mas recomendo trazeres já contigo algum dinheiro no bolso. Uma vez que podes ter o “azar” de o ATM não estar a funcionar ou não ter dinheiro. Se puderes anda sempre com moedas ou notas de pequeno valor, para facilitares a vida dos comerciantes e para ser mais fácil de se negociar. Mas tem cuidado quando regateares em Timor não há tradição de baixar os preços, como no resto da Ásia. Podes tentar negociar, mas não para metade. Os comerciantes às vezes ficam mesmo chateados e dizem logo que não. Eles preferem não vender do que baixar o preço.

A língua:
As línguas oficiais são o Tétum e o Português, mas só uma percentagem muito pequena é que fala português e estes são geralmente as pessoas mais velhas ou as crianças que estão agora a ter Português nas escolas. Mais depressa encontras alguém que consiga falar em inglês do que em Português. Mas não te fies muito nisso por isso conselho-te a comprares em Díli o guia básico de conversação português/tétum (à venda no Timor Plaza). Mas no que toca aos números deves também saber dizê-los em Bahasa (a lingua oficial da indonésia). É muito comum numa conversa ou no mercado falarem em Bahasa quando querem dizer os números.

Cultura/Segurança:
Timor é um país que se rege pelas regras do critianismo, no entanto é ainda um povo muito conservador e com muita vontade de conhecer a mulher estrangeira. Por isso em praias fora da capital o tomar banho vestida é aconselhável. Não é que seja por segurança ou por estarmos a faltar ao respeito é mesmo porque o povo ainda não está habituado a ver o corpo da mulher exposto como habitualmente nós o temos. A mulher estrangeira em Timor desperta muita curiosidade e o facto de sermos completamente independentes, confiantes e com total liberdade faz com que sejamos mais observadas por parte dos homens Timorenses. Não quero com isto dizer que é inseguro, pois eu ando sozinha em todo lado da cidade e sinto-me segura e sem medos. Mas sim confesso que é mais fácil ser-se viajante homem que mulher aqui em Timor pelo menos não é tão observado. À noite a mulher não deve andar sozinha.

O que trazer na mala:
Se te lembrares traz contigo uns livros, é muito apreciado pelos adultos, principalmente os mais velhos apesar de não terem o hábito de leitura o povo tem uma enorme admiração por tudo o que esteja ligado a Portugal e ficariam muito felizes se lhes pudesse oferecer um livro com vocabulário básico para aprenderem mais a nossa língua. Para as crianças podes trazer: bandeiras de portugal, brinquedos, livros, lápis de cor e bonés vão fazer qualquer criança ainda mais feliz.
Outra coisa Timor é um país quente o ano inteiro, mas se quiseres ir para a zona das montanhas e subir o montanha mais alto de Timor, o Ramelau (2996m) as temperaturas descem drasticamente por isso convém trazeres uma muda de roupa bem quente.

Em modo de conclusão a maior dica que te posso dar se estiveres interessado em conhecer Timor é trazeres contigo uma boa dose descontracção e de paciência, é deixares o tempo fluir sem impores horários, pois as coisas em Timor não funcionam muito com horários, é vires de menta aberta pois encontrarás um país pobre e com problemas ambientais mas é deixares-te levar pelas histórias e crenças animistas, é respeitares as tradições e adaptares-te ao quotidiano e aí vais saber aproveitar Timor Leste.
Vem com tempo, muito tempo e acredita que vais viver experiências fantásticas, únicas e muito intensas. Vais conhecer o povo mais genuíno e amigável que alguma vez já convivi, vais ficar rendido ao sorriso alegre e contagiante de cada criança, cada adulto, cada velhinho.

Ilha de Jaco- Timor LesteTimor e as suas crianças
Fico à tua espera, aqui em Timor Leste!

Podes encontrar mais sobre a viagem da Katy por Timor em:

Por Ti-Mor

Preguiça Magazine – Arranca e não faças pó 

Instagram

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s